Inovação Cidadã | Prototipagem? Criatividade e Experimentação no laboratório - Inovação Cidadã

Prototipagem? Criatividade e Experimentação no laboratório

Posted in - Cidadania & Inovação Cidadã @pt-pt & laboratório cidadão & SERIE: Caminho ao #LABICCO en Aug 18, 2016 3 Comments

SERIE: caminho ao #LABICCO nº2

 por @pablopascale

Porque denominamos “laboratórios” aos laboratórios de inovação cidadã? Principalmente, porque um laboratório é um espaço de experimentação. A experimentação, tal como a entendemos no LABIC (LABoratório de Inovação Cidadã) é “aprender fazendo”, ensaiar, enganar-se, receber feedback, voltar atrás, recomeçar a desenhar, aprender no processo de criação.

O processo criativo nunca é linear. Linear é a produção massificada, mas não a criação. Num laboratório cria-se, abre-se espaço para a criatividade que necessariamente implica experimentar possibilidades, ensaiar caminhos e ideias, enganar-se e, e eventualmente, acertar. E o mais provável é quando você abre espaço para a criatividade e experimentação, o produto final* vai diferir da ideia original que você teve, na maioria dos casos será muito melhor!

Nada pode ser mais desalentador num laboratório cidadão do que chegar com a ideia de um projeto, e passados 15 dias sair com um produto idêntico ao que se havia projetado antes de chegar. Neste caso falamos de processos de inovação fechados, que não se abrem a receber influxos do exterior, nem experimentam alternativas e, na maioria dos casos, não tiveram em conta a experiência do usuário final na realidade.

Por outro lado, quando você chega no laboratório com uma ideia e sai com um produto que não é idêntico, é porque participou realmente no laboratório, se recebeu feedback, se experimentaram novas vias de alcançar soluções, se teve contato com gente e experiências reais. É isto que acontece nos laboratórios cidadãos, particularmente no LABIC.

E, porque o objetivo num LABIC não é desenvolver todo o processo de produção de um projeto até à sua implementação final, é que falamos de prototipagem. O objetivo de um LABIC fica nas etapas iniciais do processo criativo colaborativo, onde muito poucas instituições dão espaço para experimentar livremente, ensaiar e enganar-se como parte de um processo de aprendizagem. Um espaço para prototipar.

O que é um protótipo? É o primeiro modelo de algo, que mais tarde poderá ser desenvolvido, copiado, replicado ou escalado. É o primeiro original. Faz parte de uma etapa de descobrimento no processo de criação e desenvolvimento (onde mais adiante virão as versões alpha, beta e viva).

Prototipar implicará inicialmente:

  1. Entender as necessidades dos usuários/destinatários/afetados.
  2. Desenhar uma estratégia/caminho/método para alcançar essas necessidades com uma proposta inovadora.
  3. Estimar o esforço necessário para consegui-lo (tempo, recursos humanos/ conhecimentos, recursos materiais/técnicos/econômicos) e gerir os recursos.

Muito possivelmente o protótipo terá início com esboços e esquemas em papel, e irá tomando forma através do processo de criação e experimentação que a equipe traçou. Porque num LABIC trabalhamos em equipes multidisciplinares, onde a criação e desenvolvimento dos projetos é colaborativa e partilhada.

Depois de elaborar o protótipo (seja este um objeto, uma plataforma, um workshop com determinada metodologia de trabalho, etc.), virão novas fases e versões. Num LABIC procurarmos evitar protótipos que sejam resultado de trabalhos e ideias puramente teóricas e começamos desde o primeiro dia a trabalhar com comunidades reais, com os destinatários que vão realizando as suas contribuições na fase inicial do processo. Destinatários que fazem parte do processo e onde as fronteiras entre dentro e fora do laboratório, o nós e o eles, começam a diluir-se.

Isto ocorrerá neste mês de outubro em Cartagena, Colômbia, onde estaremos em LABICCO** (Laboratório Ibero-americano de Inovação Cidadã, Colômbia) 120 cidadãs e cidadãos de 60 cidades de 15 países prototipando de forma colaborativa com as comunidades e população local 11 projetos que vale a pena conhecer a sua proposta inicial AQUI

 

*Produto entendido num sentido amplo, que pode ser um serviço, objeto, obra, instalação, etc. Quer dizer, o que foi criado (apesar de o próprio produto seja um processo).

SERIE: caminho ao #LABICCO nº2
 por @pablopascale

**LABICCO é a  3ª edição do LABIC (anteriores foram LABICMX em 2014 e LABICBR em 2015), e este ano vai ser organizado pelo Projeto de Inovação Cidadã da SEGIB e o Ministério da Cultura da Colombia, com a colaboração do Medialab-Prado, AECID, Fundação Ford e a Fundación Unidos en Red.

Veja SERIE: Caminho ao #LABICCO

nº1. Laboratórios de inovação cidadã: o que são e para que servem?

nº2. Prototipagem? Criatividade e Experimentação no laboratório

nº 3. Laboratório de Inovação Cidadã: A viagem do herói e seus aliados chave

 

email

This post is also available in: EN ES

(3) awesome folk have had something to say...

Please leave a Comment

Blue Captcha Image
Refresh

*

Uso de cookies

Utilizamos cookies propias y de terceros para realizar análisis de uso y medición de nuestra web para poder mejorar nuestros servicios. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí.

ACEPTAR
Aviso de cookies